estágio de férias
Jeito Stone

Estágio de férias: o que aprendi em três meses na Stone

A primeira experiência de trabalho é sempre uma surpresa, seja boa, ruim ou intrigante. Para mim, o estágio de férias foi sinônimo de mudança, com certeza para melhor.

 

Sempre tive vontade e curiosidade de explorar áreas do conhecimento e habilidades que o meu curso em si não provia. Ao mesmo tempo, sou uma pessoa muito presa aos meus valores, então, se eu tivesse que estar em algum lugar, que fosse em um com os mesmos princípios que os meus, mesmo que isso significasse estar em um local diferente.

E foi assim que acabei prestando o Summer Job da Stone (se quiser conhecer mais sobre o programa, tem esse texto aqui no blog). Eu conhecia pessoas da empresa que, não somente admiro muito, mas também têm um estilo de trabalho muito próximo do meu. Elas contavam suas experiências na empresa com um brilho nos olhos que só me faziam pensar como isso era exatamente o que eu procurava para mim.

Além disso, para muitos alunos, estudar em período integral dificulta a realização de um estágio comum nos primeiros semestres do curso. Isso explica muito o fato de uma estudante de Engenharia Química como eu ter passado minhas férias de verão estagiando no time financeiro da Stone.

 

Os primeiros dias e o projeto

estágio de férias

Na primeira semana, aprendemos sobre a empresa e como ela leva seus valores a sério:  O cliente é a nossa razão de existência; Se não for em equipe, não chegaremos longe; Temos que assumir nossas responsabilidades com garra e sangue nos olhos e não ficar se escondendo em desculpas. Ao mesmo tempo, mostram que também é preciso aproveitar a jornada, e era exatamente o que eu queria fazer: viver a fábrica de esticar gente.

Para quem ficaria menos de três meses, toda essa energia parecia não ter um motivo. Quem ganharia um projeto suficientemente grande com tão pouco tempo de casa e menos tempo ainda para executá-lo? Para minha sorte, aqui eles pensam diferente: me confiaram um projeto que, não somente afeta a empresa toda diretamente, mas que também é o primeiro passo para um sonho maior da companhia! Eu não imaginava o tamanho do desafio.

 

 O desenvolvimento no estágio de férias

Senti a confiança deles em mim, assumi a responsabilidade que eu tinha e tive o prazer de conhecer o melhor da Stone: as pessoas! O ambiente de colaboração, amizade e respeito foram fundamentais para que eu me sentisse em casa. As pessoas que conheci são espetaculares, muito diferentes de mim, mas com sonhos tão altos quantos os meus. Sonhos que parecem caber perfeitamente no espaço Stone.

Em tão pouco tempo,  a  Stone conseguiu me transformar. Hoje, eu sei o que eles querem dizer com “aqui tudo muda muito rápido, tudo se transforma em outra coisa do dia para a noite”. Eu sou um exemplo disso. Não só aprendi algumas ferramentas complementares para minha formação, eu também ampliei meus horizontes, descobri que sou muito mais capaz do que imagino e passei a me conhecer muito melhor e utilizar o que sou a meu favor.

Fui esticada. Foi uma experiência completa e que espera outras pessoas que estejam dispostas a se deixar transformar e crescer com um ambiente que vive a mudança todos os dias.

 

 Lethícia Bellão,
Summer do Time Financeiro da Stone