Transação 360

Transação 360: meios de pagamento na Índia

Qual país possui a maior indústria de filmes do mundo? Se você respondeu Estados Unidos, está errado. É a Índia! E Bollywood, isso mesmo, com B, é a maior delas, localizada na “Cidade dos Sonhos”, Mumbai. Mas existem muitas outras por lá.

A Índia é um dos países mais antigos do mundo, isso explica o fato de serem considerados tão sábios. O número PI, por exemplo, foi calculado pela primeira vez por um indiano. O dígito zero, o sistema decimal, a ioga e o jogo de xadrez também foram inventados por eles.

Terra de Mahatma Gandhi, pacifista que libertou o país da colonização britânica através de um movimento pacifista, a Índia abriga uma das sete maravilhas do mundo, o Taj Mahal. Construído por um imperador em homenagem à sua amada e falecida esposa, é conhecido como a maior prova de amor e recebe milhões de turistas a cada ano.

A religião é bastante forte por lá. Mais de 80% dos indianos são hindus e é o hinduísmo que separa a população no sistema de castas. São quatro castas mais os intocáveis, que são considerados impuros e não entram no sistema. Apesar dessa tradição ter caído com a independência do país, ainda é extremamente forte na sociedade indiana.

Mas qual será o meio de pagamento preferido de um dos países mais populosos do globo?

Meios de pagamento na Índia

Pode ser que não seja o preferido, mas o mais acessível é sem dúvidas o dinheiro. Até o ano de 2013, 40% dos indianos não tinham acesso aos bancos. Mas essa realidade pode estar mudando.

O Banco Central da Índia, considerando que o serviço bancário é um bem essencial à todos, advertiu aos bancos que atendessem à essa parte da população. E uma das soluções encontradas para resolver esse problema foi o mobile banking, já que mais de 50% dos indianos possuem um celular. Através do m-payment a população consegue fazer depósitos, receber pagamentos e sacar dinheiro.

Além disso, o Banco Central indiano acredita que a inclusão financeira contribui para o crescimento econômico do país. As pessoas pobres sem acesso aos bancos, precisam recorrer aos amigos e aos agiotas com juros exorbitantes para fazer empréstimos.

O acesso ao banco, com taxas mais baixas, acesso à crédito, serviços de depósito e seguros dá estabilidade aos mais pobres e contribui para que os empreendimentos deles se desenvolvam, gerando mais empregos e dinheiro para o país. Além de diminuir as altas taxas de pobreza.

Quando se trata do e-commerce, o meio de pagamento preferido dos indianos é o “Cash on Delivery” que em tradução livre significa dinheiro na entrega. Por não utilizarem cartões e gostarem de conferir, olhar e tocar os produtos antes da compra, esse meio de pagamento é bastante popular por lá. Se o produto corresponder às expectativas, eles pagam no momento da entrega. Caso não seja o que eles estejam procurando, eles recusam a entrega.

Isso porque apenas 2% da população possui cartão de crédito, e as que possuem raramente os utilizam para fazer compras, geralmente, usam para fazer saques em caixas eletrônicos. Os cartões são ainda mais raros no interior da Índia e nas partes rurais.

E se você está pensando em visitar a terra da ioga, não se preocupe, nas grandes metrópoles e lojas os cartões de crédito costumam ser aceitos. E não se esqueça de jamais sair do país com dinheiro local, é considerado ilegal que estrangeiros saiam com a moeda do pais.