De acordo com uma pesquisa realizada pelo banco Credit Suisse, as empresas que contam com algum membro da família em cargo de liderança tiveram melhor desempenho durante a pandemia. Entretanto, conquistar o sucesso do negócio familiar demanda alguns cuidados para não afetar essas duas áreas da vida.

Esse modelo de negócio oferece grandes oportunidades para as novas gerações, mas nem sempre é fácil engajá-las na continuidade da empresa. Além disso, os conflitos familiares representam grandes riscos para que o negócio se mantenha durante os anos. Então, é preciso evitá-los.

Pensando nisso, no post de hoje, vamos trazer algumas dicas para você adotar no seu negócio familiar e garantir o sucesso da empresa a longo prazo. Vem ler!

O que é um negócio familiar?

Um negócio familiar é uma empresa em que tanto os proprietários quanto os funcionários são parte de uma família. Em geral, os cargos mais altos dessa organização são preenchidos por familiares, o que pode acarretar dificuldades de gestão.

Além disso, é comum que esse tipo de negócio aceite resultados abaixo do padrão e tenha membros menos qualificados em sua gerência. Por isso, é necessário tomar vários cuidados para não misturar pessoal e profissional e aumentar a lucratividade para a empresa.

Por meio de boas práticas e diretrizes bem definidas, evita-se que o negócio enfrente dificuldades e, consequentemente, consiga ter bons resultados no longo prazo. Portanto, vale a pena descobrir dicas que possam ajudar no sucesso do negócio familiar.

Como ter sucesso em um negócio familiar?

Existem boas ações que podem ajudar no sucesso de uma empresa familiar. O principal foco está em evitar que as questões familiares afetem o negócio e aproveitar o conhecimento que foi acumulado entre as gerações.

Dessa maneira, é possível que a corporação se transforme em uma referência de qualidade e profissionalismo da sua área. Veja, a seguir, quais as melhores práticas a fim de garantir o sucesso desse tipo de projeto.

1. Evite conceder privilégios

Tomar decisões empresariais demanda racionalidade e planejamento. Por isso, conceder benefícios, cargos e oportunidades com base na emoção e nos laços de parentesco pode prejudicar o desenvolvimento da empresa.

Primeiro, pois os outros colaboradores devem perceber o sistema de bonificação exclusivo para a família, afetando negativamente o desempenho dos demais membros da equipe.

Segundo, a falta de merecimento de benefícios pode atrapalhar a evolução profissional de seus familiares. Por fim, criar um ambiente que os laços familiares tomam frente das habilidades, contribui para gerar uma empresa estagnada e com poucas perspectivas.

2. Defina o pró-labore

Um dos principais problemas financeiros de empresas familiares se refere à mistura de dinheiro da empresa com o pessoal. Certamente, você já viu algum empresário utilizar recursos do caixa para pagar suas contas.

Esse tipo de erro compromete o controle financeiro da empresa e causa prejuízos de longo prazo. Por isso, vale estabelecer qual o salário que cada membro deve receber e qual será o seu pró-labore.

Tal mudança permite que a empresa crie um bom caixa, tenha uma reserva de emergência e ainda possa investir em projetos de expansão. Caso contrário, o uso indiscriminado do dinheiro da empresa para fins pessoais pode deteriorar as contas e definhar o negócio.

3. Faça a gestão de conflitos

Um dos grandes desafios das empresas familiares é evitar os conflitos entre os membros da família. Por isso, é preciso alinhar os interesses e expectativas em relação ao negócio com todos os envolvidos, além de definir muito bem as responsabilidades de cada um, evitando possíveis frustrações.

Você pode recorrer à ajuda de profissionais especializados em gestão de conflitos no intuito de ajudar a sua empresa nesse quesito. Afinal, os conflitos familiares podem ser responsáveis pela não continuidade do negócio e representam um grande risco para as empresas que seguem esse modelo de gestão.

Nesse sentido, a fim de evitar que o negócio se dissolva, é importante contar com um bom planejamento sucessório, nossa próxima dica de hoje. Confira!

4. Tenha um planejamento sucessório

Quem irá assumir o comando do negócio no futuro? É preciso preparar a sucessão caso o gestor atual deixe de estar à frente da condução da empresa. Isso precisa ser planejado, já que um cargo como esse, ainda mais em um negócio familiar, deve ser assumido por alguém preparado, que conhece bem a empresa e sabe como geri-la.

Mas não apenas os cargos de liderança precisam ser considerados. Os outros membros da família podem ter diferentes ocupações no negócio e isso deve entrar no planejamento para o futuro. Com isso, desde já você alinha as expectativas que as novas gerações podem ter em relação à continuidade da empresa.

5. Invista em aprendizado constante

Ainda pensando em preparar as novas gerações para assumirem o negócio familiar, é interessante qualificar esses jovens e criar um ambiente de aprendizado constante na empresa. Isso ajuda a engajar esses profissionais no desafio que assumir um negócio representa, tornando a empresa mais atrativa para as novas gerações.

Por isso, estimule os mais novos a buscarem cursos e conhecimento alinhados ao cargo que irão assumir no futuro. Assim, quando chegar o momento, eles estarão mais preparados para o desafio.

6. Separe o profissional do pessoal

Quando se tem uma empresa familiar, você deve aproveitar os momentos de lazer com a família sem deixar que as questões profissionais interfiram nas pessoais e vice-versa. Durante o tempo de trabalho, os problemas de ordem pessoal também devem ficar de fora na medida do possível.

Essa separação vale também para a área financeira do negócio. As contas da empresa devem ser separadas das contas pessoais da família. Além de profissionalizar o negócio, isso evita erros de cálculos e falta de recursos para a gestão das operações.

Temos um post que ajuda você a fazer essa separação de forma eficiente. Confira aqui: Como separar as finanças pessoais das finanças da sua empresa?

7. Garanta a modernização dos processos

Para acompanhar as inovações que aparecem ao longo dos anos, o negócio familiar deve se preocupar em modernizar seus processos de acordo com as novas tecnologias. Assim, é possível otimizar a produtividade da empresa e acompanhar as novidades do mercado.

Além disso, a modernização pode ser um excelente estímulo para as gerações mais jovens assumirem a gestão da empresa e darem continuidade ao negócio familiar. Com isso, você garante mais eficiência nas atividades da organização e também maior participação de quem vai substituir quando a aposentadoria chegar.

8. Tenha uma boa cultura organizacional

Outro grande desafio das empresas familiares é manter a tradição e a essência do negócio ao longo dos anos. Afinal, é isso que, muitas vezes, diferencia esse negócio no mercado.

Então, mesmo que você modernize os processos, não pode perder de vista esse componente tradicional que oferece à sua empresa um toque único e especial. A inovação deve servir para melhorar o desempenho da empresa e não para destruir a cultura que foi construída ao longo dos anos desde sua fundação.

9. Tenha um controle de desempenho

Assim como os demais funcionários, os membros da família precisam ser avaliados conforme seu desempenho nas atividades cotidianas. Ao estabelecer metas é possível verificar quais os indicadores-chave da empresa e como eles podem ser acompanhados ao longo do tempo.

Com base nesses números é possível verificar se o time está no caminho correto ou se é necessário realizar alguma correção de estratégia. Relatórios quinzenais ou mensais são uma excelente alternativa para que o planejamento estratégico seja mais inteligente e baseado em dados.

Além disso, tais indicadores avaliam o desempenho de cada membro, destacando quem está abaixo das metas e qual membro merece reconhecimento por conta de seu trabalho. Assim, a corporação se torna mais justa e transparente, independentemente dos vínculos familiares.

10. Conte com boas soluções de pagamento

Ter boas soluções de pagamento na empresa é um meio de garantir atração e fidelização de clientes. Nos dias atuais, é importante oferecer diversos meios para que os consumidores quitem suas compras.

Porém, vale tomar cuidado com a inadimplência. Para isso, opte por formas de pagamento que gerem segurança para o negócio. Pode-se usar o Pix, dinheiro e cartões de débito e crédito, por exemplo. Há no mercado várias alternativas que podem lhe ajudar com o recebimento de suas vendas. Além disso, vale contar com os diferenciais da Stone nesse sentido.

Como essas dicas beneficiam a empresa?

Em uma empresa familiar é preciso tomar alguns cuidados para ter bons resultados. Ao adotar as dicas que trouxemos durante esse texto, você consegue deixar seu negócio muito mais profissional e, consequentemente, alcança lucros maiores e assegura a sustentabilidade de longo prazo.

Além disso, consegue ter um planejamento mais eficiente para as mudanças que ocorrem ao longo do prazo, como a aposentadoria de um dos gestores. Portanto, vale a pena aplicar cada dica que trouxemos para garantir bons resultados na empresa.

Entendeu quais são os desafios e como superá-los para alcançar o sucesso do negócio familiar? Apesar desse tipo de empreendimento apresentar algumas dificuldades, com um bom planejamento e investindo em soluções profissionais, é possível ter bons lucros e se destacar em seu mercado de atuação, deixando a concorrência para trás.

Se gostou desse conteúdo, então siga nosso perfil no Instagram e confira conteúdos incríveis para o seu negócio!