A gente sabe que a vida do microempreendedor individual não é fácil. É você, sozinho, enfrentando desafios todos os dias: acorda cedo, faz o trabalho operacional, pensa no planejamento do seu negócio e ainda cuida de todos os outros setores, incluindo as finanças. E o DAS MEI.

Ter um bom planejamento financeiro é a chave para o sucesso de todos os negócios! Nós já falamos sobre como organizar o seu fluxo de caixa e agora preparamos dicas para que você não tenha mais dor de cabeça com o pagamento do DAS MEI, o Documento de Arrecadação do Simples Nacional.

TRÊS PRINCIPAIS APRENDIZADOS DE HOJE:

1.

O DAS MEI é a contribuição mensal paga pelos microempreendedores individuais para que a empresa fique regularizada. O valor é fixo e depende da Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE) em que sua empresa se enquadra. 

2.

Estar em dia com o pagamento do DAS MEI é o primeiro passo para que você tenha acesso a todos os benefícios de estar formalizado como microempreendedor individual. Você passa a ter uma empresa formal e, assim, pode emitir notas, inclusive para o governo, fazer compras mais baratas e pedir empréstimos com juros mais baixos

3.

A data de vencimento do DAS MEI é fixa: todos os microempreendedores pagam o DAS MEI no dia 20 de cada mês. Você pode pagar de três formas: boleto bancário, pagamento online e débito automático. 

TRÊS PRINCIPAIS APRENDIZADOS DE HOJE:

1.

O DAS MEI é a contribuição mensal paga pelos microempreendedores individuais para que a empresa fique regularizada. O valor é fixo e depende da Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE) em que sua empresa se enquadra. 

2.

Estar em dia com o pagamento do DAS MEI é o primeiro passo para que você tenha acesso a todos os benefícios de estar formalizado como microempreendedor individual. Você passa a ter uma empresa formal e, assim, pode emitir notas, inclusive para o governo, fazer compras mais baratas e pedir empréstimos com juros mais baixos.

3.

A data de vencimento do DAS MEI é fixa: todos os microempreendedores pagam o DAS MEI no dia 20 de cada mês. Você pode pagar de três formas: boleto bancário, pagamento online e débito automático. 

O QUE É PAGO COM O DAS MEI?

Todo microempreendedor individual contribui com R$ 49,90 para a Previdência Social, em 2019. Esse valor, que corresponde a 5% do salário mínimo, dá direito a benefícios previdenciários, como aposentadoria por idade, licença maternidade, auxílio-doença, entre outros. Cada benefício tem uma carência específica, ou seja, um período em que você precisa pagar o DAS MEI em dia antes de poder usufruir.  Para receber o salário-maternidade, por exemplo, você precisa estar em dia por dez meses até o nascimento ou adoção da criança.

Além da contribuição previdenciária, o MEI paga um imposto dependendo do seu ramo de atuação. Atividades ligadas à indústria, comércio e a transporte de cargas interestadual pagam mais R$ 1 de ICMS,  que é o Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços. Já atividades de prestação de serviços e de transporte municipal, pagam R$ 5 de ISS, o Imposto Sobre Serviços. Se você faz os dois, vende mercadorias e também oferece serviços, você paga os dois impostos, totalizando mais R$ 6. Importante: O ICMS é pago ao Estado e o ISS, ao município

Resumindo:

  • Comércio e indústria – R$ 50,90
  • Serviços – R$ 54,90
  • Comércio e serviços – R$ 55,90
Por que é importante pagar o DAS MEI?

Estar em dia com o pagamento do DAS MEI é o primeiro passo para que você tenha acesso a todos os benefícios de estar formalizado como microempreendedor individual. Você passa a ter uma empresa formal e, assim, pode:

  • Emitir notas, inclusive para o governo
  • Fazer compras mais baratas, já que o CNPJ te dá maior poder de negociação com fornecedores
  • Pedir empréstimos com juros mais baixos
  • Ter acesso os benefícios previdenciários, já que ao pagar o DAS MEI você está contribuindo para o INSS.
Como pagar o DAS MEI?

A data de vencimento do DAS MEI é fixa: todos os microempreendedores pagam o DAS MEI no dia 20 de cada mês. Você pode pagar de três formas: boleto bancário, pagamento online e débito automático. 

O boleto não chega por e-mail e nem pelos correios. Todos os meses você tem que acessar o site Portal do Empreendedor e imprimir. Consulte seu banco sobre a possibilidade de pagar o DAS MEI online, pelo internet banking.

Se você tiver conta corrente, pessoa física ou jurídica, o débito automático pode ser um grande aliado para que o pagamento do DAS MEI não seja mais uma das suas preocupações. Os valores são debitados mensalmente. Veja se o seu banco permite essa opção.

Dica: Como você pode pagar o DAS MEI adiantado, programe-se para pagar esse boleto junto com outra conta, como a de energia elétrica ou telefone, por exemplo, Dessa forma, vai ser mais difícil esquecer. 

Mas, e se atrasar o pagamento do DAS MEI?

Com a correria do dia a dia, podemos nos esquecer de pagar o DAS MEI algum mês. Não tem problema. Você só vai precisar imprimir uma nova guia para recolhimento em atraso, pelo Portal do Empreendedor. Acesse a aba Boleto de Pagamento e depois “Pague sua contribuição mensal”.

Ao emitir outra guia, você vai pagar juros e multa. A multa é de 0,33% por dia de atraso, limitado a 20%. Já os juros variam com base na taxa Selic para títulos federais, acumulada mensalmente. Eles são calculados a partir do mês posterior ao da consolidação até o mês anterior ao do pagamento. A isso, soma-se 1% relativo ao mês em que o pagamento for efetuado.

Dá pra parcelar o pagamento do DAS MEI?

Agora, se você tiver muitas parcelas atrasadas, saiba que você pode parcelar os débitos em até 60 vezes, com parcela mínima de R$ 50. O número de parcelas é calculado automaticamente.

Você só pode parcelar débitos já vencidos e declarados na Declaração Anual de Faturamento do Simples Nacional (DASN – Simei) na data do pedido de parcelamento. Ou seja, em 2019, você só pode pedir o parcelamento dos débitos vencidos em 2018 ou antes disso. Para solicitar o parcelamento, você deve acessar o Portal do Empreendedor ou o Portal do Simples Nacional e apresentar a DASN-Simei. 

E se não pagar o DAS MEI?

Caso você fique mais de um ano sem pagar o DAS MEI, você pode ter o seu CNPJ cancelado automaticamente, o que acaba gerando uma dívida no seu CPF. Estar em dia com o pagamento do DAS MEI também é o que vai permitir que, se necessário, você receba algum benefício previdenciário.

Agora que você já sabe tudo sobre o DAS MEI, fica mais fácil se organizar. Se você ainda tiver alguma dúvida sobre o assunto, comenta aqui que a gente te responde rapidinho. O que não dá pra acontecer é deixar de pagar e prejudicar o seu negócio.

Obrigada pelo papo e boas vendas!