Agora que você já sabe como atrair os candidatos para a vaga que está oferecendo, vamos falar sobre como preparar os processos seletivos para fazer uma boa contratação. Contamos, mais uma vez, com a ajuda da Lívia Kuga, especialista na área de pessoas da Stone. Ela deu várias dicas sobre como conduzir um processo para achar o funcionário ideal para o seu negócio. Vamos conferir? 

TRÊS PRINCIPAIS APRENDIZADOS DE HOJE:

1.

Desenhe o seu processo seletivo: estabeleça cada etapa do processo, as datas e prazos a serem cumpridos. Antes de tudo, estime quantos candidatos devem participar do processo. Se a quantidade for muito grande, vale criar mais etapas para selecionar os melhores profissionais.

2.

Defina e teste as habilidades dos candidatos: pense em qual é o perfil de profissional que você procura. Quais habilidades técnicas e comportamentais são fundamentais para a vaga que você está oferecendo? Teste essas habilidades com provas ou desafios específicos e com entrevistas de avaliação.

3.

Dê notas para essas habilidades: essa prática deixa o seu processo mais objetivo e você consegue montar um ranking com os melhores candidatos. Isso torna a sua decisão mais fácil e assertiva.

TRÊS PRINCIPAIS APRENDIZADOS DE HOJE:

1.

Desenhe o seu processo seletivo: estabeleça cada etapa do processo, as datas e prazos a serem cumpridos. Antes de tudo, estime quantos candidatos devem participar do processo. Se a quantidade for muito grande, vale criar mais etapas para selecionar os melhores profissionais.

2.

Defina e teste as habilidades dos candidatos: pense em qual é o perfil de profissional que você procura. Quais habilidades técnicas e comportamentais são fundamentais para a vaga que você está oferecendo? Teste essas habilidades com provas ou desafios específicos e com entrevistas de avaliação.

3.

Dê notas para essas habilidades: essa prática deixa o seu processo mais objetivo e você consegue montar um ranking com os melhores candidatos. Isso torna a sua decisão mais fácil e assertiva.

ANTES DE PENSAR EM COMO CONTRATAR FUNCIONÁRIOS, ESTUDE o seu histórico

É fundamental desenhar o seu processo seletivo antes de começar a executá-lo. Mas como fazer isso?

Antes de você desenhar o processo seletivo, olhe o seu histórico. Em processos que você criou anteriormente, quantos candidatos se inscreveram? 

Lembre-se de que um processo seletivo tem, pelo menos, dois objetivos:

  1. Escolher a melhor pessoa para trabalhar com você
  2. Dispersar pessoas que você não quer trabalhando com você

Por isso, antes de criar o seu processo, é importante estimar a quantidade de candidatos inscritos. 

Afinal, se você contar com muitos candidatos, é necessário criar mais etapas para gerar mais atrito e mais pessoas irem desistindo no meio do caminho. Com isso, só fica até o final quem realmente quer trabalhar no seu negócio. 

Agora, se os seus processos não costumam ter muitos candidatos, não é necessário criar tantas etapas. 

Assim, a quantidade de candidatos determina quantas etapas o seu processo vai ter. 

PRA DEFINIR COMO CONTRATAR FUNCIONÁRIOS, Mapeie o perfil que você quer ENCONTRAR

Outro passo importante para seguir antes de desenhar as etapas do seu processo seletivo é mapear o perfil de candidato que você deseja. 

Quando falamos em perfil, Livia destaca dois tipos de habilidade que o compõem:

  • Habilidades técnicas

São as habilidades inegociáveis para a função pretendida. Por exemplo, se você procura alguém para trabalhar no caixa da sua loja, é importante que ela saiba o básico de matemática. Esta é uma habilidade técnica e deverá ser testada ao longo do processo. Domínio de Word, Excel e Power Point, por exemplo, também são habilidades técnicas. 

Talvez você não se preocupe muito com o perfil técnico do seu candidato. Nesse caso, vale avaliar quanto tempo você pode dispor para treinar novos funcionários para que eles aprendam as habilidades fundamentais da função exercida. 

Para definir quais habilidades são fundamentais, pense naquelas que você estaria disposto a ensinar e com as quais você não quer gastar tempo ensinando os novos funcionários. 

  • Habilidades comportamentais

Estão mais relacionadas à personalidade do seu candidato. O que não quer dizer que não possam ser aprendidas. Para definir o perfil comportamental que você quer de um candidato, pense no dia-a-dia que ele terá. Por exemplo, se você busca um profissional de vendas e ele terá que lidar diretamente com o público, é bom que a simpatia seja um forte da sua personalidade. 

Algumas habilidades comportamentais são:

  • Empatia
  • Extroversão
  • Comprometimento
  • Alto grau de influência
  • Positividade
  • Controle emocional
  • Atenção a detalhes
  • Capacidade de liderar
  • Bons relacionamentos interpessoais

Determine quais habilidades comportamentais e técnicas você espera dos candidatos. A partir daqui, você está pronto para desenhar o seu processo!

Como montar um processo seletivo PARA CONTRATAR FUNCIONÁRIOS

Uma vez que você definiu quais habilidades buscar nos candidatos e quantas etapas o seu processo vai ter, é hora de definir metas e prazos para cada uma delas. E faça todas em conjunto, não tome decisões antes de conhecer todos os candidatos! Isso porque você consegue avaliar todos eles de acordo com os mesmos parâmetros para uma decisão mais objetiva. 

Para você desenhar o seu processo, Lívia sugere algumas etapas fundamentais:

  1. Avaliação de currículo
  2. Avaliação técnica
  3. Entrevista com o time ou com o superior imediato

Cada uma das etapas tem a função de filtrar os melhores candidatos para a vaga que você está oferecendo. 

Na fase 1, lembre-se das habilidades que você considera importantes para a vaga. Se você procura alguém que domine o pacote office, veja quais candidatos incluíram essa informação no currículo. 

Na etapa de avaliação técnica, além de analisar quem tem o perfil técnico ideal, também é importante identificar os candidatos mais esforçados e dispostos a trabalhar com você. Afinal, se você lançar um desafio ou uma prova, isso vai demandar um tempo dessa pessoa.Se ela não cumprir essa etapa, talvez não esteja tão interessada em trabalhar no seu negócio. 

Já a entrevista com o time ou com o gestor é importante para analisar as habilidades comportamentais, como esse candidato como se comunica e o que fala. 

COMO CONTRATAR FUNCIONÁRIOS: Teste as Habilidades DOS CANDIDATOS

Falamos da importância de definir o perfil de candidato que você procura e quais habilidades ele precisa ter. A partir daí, vale montar uma etapa só para testar essas habilidades. 

Você consegue avaliar algumas habilidades técnicas por meio de provas. Conhecimentos de português, inglês e matemática podem ser testados por meio de testes de múltipla escolha, por exemplo. 

Pensando no perfil comportamental, Lívia aponta uma habilidade determinante para você escolher um novo funcionário: a proatividade. Proatividade significa ter iniciativa, não ter preguiça e lidar com os problemas conforme eles forem acontecendo.

Agora, como testar a proatividade e outras habilidades comportamentais?

Uma das formas mais simples e assertivas é por meio de entrevistas. Pergunte sobre as conquistas e fracassos do candidato e como ele lidou com isso. Uma dica é mapear os comportamentos esperados antes de partir para as entrevistas. Assim, você consegue formular perguntas de acordo com as habilidades desejáveis para trabalhar no seu negócio. 

COMO CONTRATAR FUNCIONÁRIOS: Dê notas para essas habilidades

Para tornar o seu processo seletivo mais objetivo, dê notas para as habilidades que você definiu. Avalie a performance dos candidatos durante cada etapa do processo e não tome decisões antes de ter conhecido todos eles. 

Uma sugestão da Lívia, é que você monte uma lista com todos os candidatos. Assim, você pode anotar os principais pontos de atenção e definir no que cada um se destaca. Pense em dar “notas” para o desempenho do candidato em cada etapa. Essa prática vai contribuir para o seu discernimento na hora da decisão. As notas aumentam a objetividade do processo. 

Por exemplo, supondo que você esteja buscando um caixa com experiência, todos os candidatos que já trabalharam na função ganham um ponto. Assim, você consegue criar um ranking e pautar as suas decisões em números.

COMO CONTRATAR FUNCIONÁRIOS: Tome a decisão CONSCIENTE

Chegou a hora de tomar a decisão! 

Como você criou um ranking de candidatos, fica mais fácil identificar aqueles que têm o perfil mais alinhado à vaga disponível.

Além disso, no fim do processo, você acaba tendo um histórico de informação. Assim, se algum inscrito pedir um retorno, você tem documentado os motivos pelos quais a pessoa não foi aprovada.  

Aqui, a dica de ouro da Lívia é: não esqueça de dar feedback em cada uma das etapas para os candidatos! Caso eles não tenham esse retorno, podem reclamar do seu processo e criar uma imagem negativa do seu negócio. 

AGORA VOCÊ JÁ SABE Como contratar funcionários 

Chegamos ao fim do nosso post! Vimos o passo-a-passo para conduzir um processo seletivo objetivo e que vai te ajudar a encontrar as melhores pessoas para fazerem parte do seu negócio.

Esclarecemos suas dúvidas sobre como contratar funcionários? Deixe os seus comentários aqui embaixo e vamos te responder!

Obrigada pelo papo! Boas vendas e boas contratações!