Você enfrentou dificuldades para manter suas vendas durante a crise do coronavírus? Uma pesquisa feita pela ao³ apontou que 73% dos empreendedores aumentaram suas vendas online em 2020.

Assim, o mundo digital se configura como uma ótima oportunidade para os pequenos negócios durante a crise. No entanto, para usufruir dele, é preciso se adaptar à nova realidade do mundo e, é claro, não desistir do seu empreendimento.

Pensando nisso, separamos 6 dicas valiosas para você continuar vendendo com segurança mesmo durante a crise. Se você tem interesse pelo tema, continue a leitura e confira os detalhes. Não perca!

Três principais aprendizados de hoje

1. A primeira dica de hoje é focar nas vendas online, que permitem que os clientes façam suas compras de casa. Além disso, essa modalidade ganhou ainda mais popularidade durante a pandemia. Por isso, os pequenos negócios devem aproveitar o momento para migrar para o digital. Já a segunda dica é diversificar seus canais de vendas. Uma possibilidade é utilizar o WhatsApp Business para se comunicar com os clientes e divulgar seus produtos. Outra opção é anunciar seu negócio nas redes sociais. Comece com pouco investimento e vá aumentando com o tempo, de acordo com os seus resultados.

2. A nossa terceira dica é cadastrar o seu negócio em um marketplace. Esse modelo é uma outra maneira de ampliar os seus canais. Além disso, ele funciona como uma vitrine virtual do seu negócio. Por isso, aposte nas fotos e nas descrições dos seus itens para atrair mais clientes. A quarta dica de hoje é criar novos produtos digitais. Aproveite algum assunto que você domine para criar ebooks, cursos online, treinamentos ou palestras virtuais. Essas são ótimas oportunidades de continuar vendendo durante a pandemia e conseguir uma renda extra.

3. A quinta dica da nossa lista é apostar no delivery. Essa modalidade de entrega cresceu muito na pandemia e é uma grande aposta também para o futuro. Você pode tanto aderir aos apps como criar a sua própria estrutura de entrega. Não se esqueça de investir em embalagens que preservam a qualidade dos seus produtos e cumpra os prazos estabelecidos com os clientes. Por fim, a sexta e última dica de hoje é garantir as medidas de segurança. Se o seu negócio estiver aberto, reforce as medidas de proteção contra o vírus e mostre que o cliente pode confiar na sua empresa. Já se você está trabalhando com delivery, garanta a segurança da equipe e dos consumidores durante a entrega.

Quais são os desafios de vender na crise?

Sabemos que manter as vendas em alta durante uma crise não é uma tarefa fácil. Inclusive, até mesmo empresas que comercializam produtos que se vendiam sozinhos podem ter dificuldades nesse momento.

Em períodos de crise é preciso compreender que as maneiras tradicionais de vendas não costumam ser o bastante. Durante a pandemia gerada pela Covid-19, por exemplo, a migração para o digital foi forçada em razão do isolamento social, e as companhias que não se adaptaram a essa nova realidade tiveram grandes perdas.

Um dos grandes desafios que são enfrentados durante as crises é o medo e a insegurança dos clientes, uma vez que muitas pessoas não estão dispostas a fazer compras durante momentos delicados ou estão revendo seus gastos a fim de diminuir despesas.

Especialmente durante o período de adaptação, o processo de vendas é um dos que mais sofre com as mudanças, principalmente porque o discurso do vendedor não pode mais ser o mesmo de antes para que a venda seja concretizada.

Por que a maioria das pessoas desiste ao se deparar com esses desafios?

Em geral, há um alto índice de desistência durante momentos de crise justamente porque as vendas costumam cair drasticamente. Além disso, a inadimplência de clientes também pode aumentar.

Assim, o empreendedor precisa lidar com clientes que procuram renegociar os prazos de pagamento ou até mesmo que desejam encerrar ou suspender contratos, no caso dos prestadores de serviço, além de ter que resolver problemas financeiros que podem surgir em seu negócio.

Por isso, em um momento de desespero e com medo do que pode ocorrer, muitas pessoas desistem. No entanto, não se engane, uma vez que as companhias de todos os portes passam pelas mesmas situações, sendo preciso superá-las para continuar no mercado.

Por que você deve enfrentá-los?

Quando há uma crise, as mudanças não ocorrem somente no trabalho ou na economia. No caso da pandemia gerada pela Covid-19, por exemplo, as rotinas de todos foram transformadas.

No entanto, ao enfrentar esses desafios, após superar os piores momentos, a tendência é que o seu negócio retome ao patamar de antes, especialmente se você se adaptar à nova realidade que surgiu com a crise. Existem casos de empreendedores, inclusive, que conseguem aumentar as vendas durante esse período.

Para conseguir vender mesmo em momentos de recessão da economia é fundamental entender as necessidades individuais de cada consumidor, justamente porque a vida dele também deve ter virado de cabeça para baixo.

Nesse sentido, é fundamental fazer uma boa gestão de vendas a fim de assegurar uma entrada de receita, além de um controle financeiro excelente. Sem esquecer, é claro, do capital de giro.

Como não parar de vender durante a crise?

Por fim, vamos apresentar nos próximos tópicos algumas relevantes dicas para que você não perca suas vendas durante a crise. Veja!

1. Focar nas vendas online

Você já aposta nas vendas online? Essa é uma excelente alternativa para continuar vendendo durante a crise. De acordo com uma pesquisa da ABComm (Associação Brasileira de Comércio Eletrônico) e da Neotrust, as vendas virtuais em 2020 aumentaram 68% em relação a 2019.

Além disso, a vantagem das compras virtuais no contexto de pandemia é que o cliente não precisa se deslocar até a loja, permanecendo em casa.

Se você ainda não tem uma loja virtual, deve pensar em aderir a esse modelo. Já se o seu negócio faz parte do universo online, aposte em aumentar a divulgação dos seus produtos com anúncios e maior engajamento nas redes sociais.

2. Diversificar seus canais de vendas

Para ampliar o seu público e atrair mais clientes, uma dica é diversificar os seus canais de vendas. Você já utiliza o WhatsApp Business para falar com seus clientes?

Esse meio facilita muito a comunicação, além de permitir que você crie um catálogo de produtos dentro do próprio app.

Outra forma de atingir um maior número de pessoas com seus canais de vendas é anunciar seus produtos ou serviços nas redes sociais, como Instagram e Facebook. E não pense que você precisa começar com muito dinheiro para isso.

Você pode criar anúncios com pouco investimento e aumentar os aportes com o tempo, dependendo dos resultados que tiver com essa estratégia.

3. Cadastrar o negócio em um marketplace

Ainda pensando em ampliar os seus canais de divulgação, cadastrar o seu negócio em um ou mais marketplaces é uma boa opção.

Eles funcionam como uma ótima vitrine virtual da sua loja e aumentam a visibilidade dos seus produtos. A dica é caprichar nas fotos e nas descrições dos itens para atrair a atenção dos consumidores e motivar a compra.

4. Criar novos produtos digitais

Qual a sua especialidade? Talvez você saiba tudo sobre gastronomia vegana ou sobre penteados e maquiagem. Então, já pensou em criar um e-book com esses conhecimentos?

Em paralelo à venda dos seus produtos tradicionais, você pode criar alguns produtos digitais, como cursos online ou e-books sobre um assunto que você domine.

Outros serviços que você pode vender na modalidade online são treinamentos e palestras. Assim, você consegue uma renda extra e não depende apenas dos produtos que já existem no seu catálogo.

Durante a pandemia, o consumo de internet no Brasil teve um aumento de 40%-50%, de acordo com a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações). Como os clientes estão cada vez mais conectados, marcar presença digital é uma ótima saída para continuar vendendo durante a crise.

5. Apostar no delivery

Com a pandemia, os clientes passaram a usar mais os aplicativos de delivery. No ano de 2020, o segmento viu um aumento de 23% em comparação com o ano anterior e um crescimento de 98% dos pedidos em cidades pequenas.

Assim, para continuar vendendo, você deve aproveitar a expansão do setor e implementar essa modalidade na sua empresa.

Você pode tanto criar sua própria estrutura de entrega como aderir aos apps. O mais importante é garantir a qualidade dos produtos, que devem chegar preservados na casa do cliente. Por isso, aposte em boas embalagens e garanta que todos os pedidos cheguem no prazo combinado.

6. Garantir as medidas de segurança

Se na sua cidade é possível continuar com a loja aberta, o mais importante é reforçar as medidas de segurança e mostrar para o cliente que ele está seguro no seu estabelecimento.

Já se você está trabalhando com delivery, também é necessário garantir uma entrega segura e sem riscos. Caso utilize estrutura própria, oriente os entregadores e forneça os equipamentos de proteção, como luvas e máscaras.

Isso gera credibilidade junto ao seu público e assegura o bem-estar da sua equipe e dos seus consumidores.

Agora que você já conhece a importância de não desistir do seu negócio mesmo em situações delicadas, coloque em prática todas as dicas que apresentamos para não diminuir as suas vendas durante a crise. Lembre-se de que se adaptar à nova realidade é fundamental para o sucesso da sua empresa!

Para conferir mais orientações relevantes para empreendedores, continue a visita no blog e descubra como aumentar suas vendas!