Está pensando em abrir um negócio com pouco dinheiro? A gente te ajuda! No post de hoje, vamos trazer algumas dicas para a sua empresa crescer organicamente, sem altos investimentos. 

Só no ano passado, mesmo com a pandemia, 3.359 milhões de empresas foram abertas, superando o número das que fecharam em 2020. 

Quer fazer parte desse grupo de empreendedores que se aventuraram em um novo negócio? Então, vem conferir nossas dicas!

Três principais aprendizados de hoje

  1. A nossa primeira dica é fazer um planejamento detalhado para abrir sua empresa. Isso diminui as possibilidades de riscos e erros. Nesse sentido, é importante conhecer bem o seu público-alvo para alinhar suas ofertas com as necessidades dos clientes. Assim, suas chances de vender aumentam consideravelmente. A segunda dica é migrar para o digital. Criar um perfil empresarial nas redes sociais é grátis. Além disso, muitos consumidores estão cada vez mais ativos nas redes, comprando online. Aproveite esse momento para começar a vender nessa modalidade. A terceira dica de hoje é considerar a modalidade de crowdfunding para conquistar os recursos necessários. Aqui, é importante encontrar pessoas alinhadas com o propósito do seu negócio e que estejam dispostas a apoiá-lo financeiramente.  
  2. A dica número 4 é procurar um sócio. Um parceiro de negócio pode oferecer o aporte de dinheiro necessário para colocar a empresa de pé. Então, avalie as possibilidades de parceria e pense em quais habilidades você e seu possível sócio têm que se complementam. A quinta dica é buscar opções de financiamento junto ao seu banco. Avalie as alternativas de empréstimo e pense bem antes de aceitar uma proposta. Afinal, não é interessante começar o negócio já com uma dívida. 
  3. A sexta dica de hoje é correr riscos controlados e, aqui, mais uma vez o planejamento é importante. A ideia quando você não tem muito dinheiro para abrir um negócio é não apostar muitos recursos em estratégias incertas. A sétima e última dica é oferecer um excelente atendimento para os seus clientes. Um serviço de qualidade faz com que os clientes se sintam especiais e indiquem a sua empresa para conhecidos. Assim, você aumenta os índices de fidelização do negócio e atrai novos clientes por meio da recomendação dos consumidores. 
  1. Faça um planejamento detalhado

O planejamento é fundamental em qualquer etapa do negócio. Mas, principalmente no começo e com pouco dinheiro, ele é ainda mais importante. Inicie sua jornada com pequenos passos planejados e vá crescendo com o tempo. 

O planejamento ajuda você a aplicar seu dinheiro da melhor forma possível, diminuindo riscos e investindo nas frentes que trarão mais retorno para a sua empresa. 

Para ter um plano realmente eficiente, é necessário conhecer bem o seu público-alvo. Afinal, a sua oferta precisa estar o mais alinhada possível com o perfil de cliente que você quer atingir. 

Isso aumenta muito suas chances de vendas e evita que você gaste dinheiro com campanhas que não tragam resultados. É claro que, com o tempo, você vai entendendo melhor o seu público-alvo, mas a preocupação com o perfil de cliente da sua empresa deve estar presente desde o início. 

  1. Vá para o digital

O empreendedorismo digital só cresce a cada dia. A boa notícia é que abrir um perfil empresarial em redes sociais, como Facebook e Instagram, é grátis. 

Apostar no marketing de conteúdo, oferecendo materiais gratuitos e aprendizados em posts nas redes sociais para os seus seguidores é uma excelente forma de crescer sua empresa de maneira orgânica. Afinal, as compras online se tornaram bastante populares entre os clientes. 

Essa é a conclusão do estudo “Novos hábitos digitais em tempos de Covid-19”, feito pela Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo (SBVC) em parceria com a Toluna. De acordo com a pesquisa, só no ano passado, 52% dos entrevistados passaram a recorrer ao mundo virtual para realizarem suas compras.

  1. Considere o crowdfunding

Já pensou em apostar em um financiamento coletivo para abrir o seu negócio? Essa modalidade de apoio tem se tornado mais conhecida e utilizada por empreendedores que têm um propósito genuíno, mas que ainda não contam com os recursos necessários para colocar a mão na massa. 

Para ter sucesso com esse modelo, é interessante mobilizar um certo número de pessoas que acreditem na sua empresa e nas mudanças que ela pode promover na sociedade. Isso porque as pessoas estão dispostas a investir dinheiro em iniciativas que estejam alinhadas aos mesmos valores alimentados por elas. 

  1. Procure um sócio

Uma forma de levantar o dinheiro necessário para abrir a sua empresa é contar com a ajuda de um sócio. Mesmo que você não tenha os mesmos recursos financeiros que o parceiro, pode trazer outras habilidades essenciais para o crescimento da empresa.

Afinal, embora o dinheiro seja importante para colocar o negócio de pé, é importante ter habilidades de liderança e gestão para manter a empresa.  

Avalie as possibilidades de parceria e busque sócios que estejam alinhados com o seu propósito. Escrevemos um artigo para ajudar você a encontrar o parceiro ideal para a sua jornada empreendedora: O que levar em consideração antes de abrir uma empresa com um sócio? 

  1. Fale com seu banco

Há diversas opções de financiamento para quem pretender abrir um negócio. Essa não deve ser a primeira alternativa a considerar, para já não começar sua empresa com dívidas. 

De qualquer forma, vale conversar com os bancos para avaliar qual a melhor opção de empréstimo oferecida. 

Assim, você consegue mais recursos para injetar na sua empresa e começar a crescer, pagando o valor do financiamento com o lucro das vendas. 

  1. Corra riscos controlados

Lembra que falamos sobre planejamento? Então, ele te ajuda a correr riscos controlados, algo importante em qualquer etapa da empresa, especialmente no começo. 

Com pouco dinheiro, você deve diminuir as chances de erro e não apostar os poucos recursos que tem em algo muito indefinido ou em estratégias incertas. 

  1. Ofereça um excelente atendimento

Aproveite seus primeiros clientes para oferecer o melhor serviço possível a eles. Uma das vantagens de ter um pequeno negócio é poder dedicar mais atenção ao cliente e mostrar como cada um é especial. 

Garantir um excelente atendimento aos consumidores aumenta as chances de fidelização e de recomendação. Quando os clientes são bem tratados e ficam satisfeitos com seu serviço, recomendam sua empresa para os conhecidos. Assim, a sua base de consumidores vai crescendo organicamente, sem que você precise gastar muito para isso.  

E aí, o que você achou das dicas de hoje? Para ficar por dentro de todas as novidades do nosso blog, entre no grupo exclusivo do Papo de Balcão no Telegram! Clique no link pelo celular para participar: Grupo PDB no Telegram.

Obrigada pelo papo e conte com a gente!