Autoconhecimento
Desenvolvimento Pessoal

Autoconhecimento: quatro dicas para desenvolver o seu

O autoconhecimento é parte importante da nossa cultura aqui na Stone. Você saber sua motivação, seus sonhos e o que te deixa feliz não só te torna um profissional melhor, mas te ajuda a direcionar sua jornada pelo caminho que mais faz sentido.

“Conhece-te a ti mesmo” é uma das frases mais conhecidas, colocada no Templo de Apolo em Delfos e também a linha de pensamento de Sócrates, um dos primeiros grandes filósofos do mundo.

Desde jovem, eu sempre tive um interesse muito grande por autoconhecimento, por acreditar que isso pode potencializar as ações.

Afinal, qual a sua motivação? O que motiva a sua ação? Se os seus motivos vem de dentro, consegue agir fora. Não precisa de um agente externo te cobrando.

Onde você trabalha, você se sente realizado? As ações que você faz no dia-a-dia fazem sentido para você?

Aqui na Stone, um dos nossos valores é o Live the Ride, que é basicamente Viver a Jornada. Isso tem muito a ver com fazer aquilo que você concorda, que você acredita e que se sente realizado. Para “viver a jornada”, só depende de você. Você só conseguirá isso SE primeiro tiver um bom autoconhecimento. E você? Sabe quem você é?

Se você é tão perdido(a) quanto eu, seguem algumas dicas para ajudar a se conhecer mais!

Como trabalhar seu autoconhecimento

1. Faça uma lista com as experiências mais marcantes que você já teve
Coloque ao lado os motivos pelos quais você acredita que tenham feito essas experiências serem tão marcantes.

2. Faça uma lista contendo as coisas que você:

  • Gosta e Faz
  • Não gosta e Faz
  • Gosta e Não faz
  • Não gosta e Não faz (essa é a menos importante)

Depois de fazer essa lista, escreva ao lado porque faz ou porque não faz. Isso vai te ajudar a entender suas próprias atitudes (e isso diz muito sobre você).

3. Selecione seus filmes (ou séries ou músicas!) favoritos e verifique porque gosta tanto desses filmes e o que eles tem em comum.

4. Pense em pessoas que você admira e explique a si mesmo o que gosta delas.

Autoconhecimento

Essas são só algumas dicas. A busca pelo autoconhecimento é eterna, porque a cada momento mudamos. Mas, se a cada dia formos capazes de fazer uma auto-análise, isso pode ajudar a entender um pouco melhor suas próprias motivações e, por consequência ajudar no seu dia-a-dia de trabalho.

Independentemente do ambiente profissional, sugiro que você busque viver a jornada. A vida é muito curta para fazer coisas que não fazem sentido para você.

Hoje, me sinto realizada profissionalmente porque trabalho com uma das coisas que mais gosto do mundo: conhecer gente incrível e ajudar algumas delas a se inserir no mercado de trabalho.

Uma das maneiras de fazer isso é organizando um dos maiores processos seletivos da Stone: o Recruta. É o nosso maior ritual de cultura da Companhia e também uma jornada de desafios que proporcionam o autoconhecimento. Quer saber mais ou se inscrever? É só clicar aqui!

Por Lívia Kuga,
Head de Talent Acquisition da Stone