empreendedor brasileiro
Carreira e Trabalho

Como e por que alinhar seus objetivos pessoais e profissionais

Para alinhar seus objetivos pessoais e profissionais, lembre-se da fala de Lewis Carroll em ´Alice no País das Maravilhas´: “Se você não sabe onde quer chegar, qualquer caminho serve”.

Mas como definir onde queremos chegar? Comecemos pelo começo, então: em média, você passa oito horas diárias no trabalho. É 1/3 do seu dia. Pensando assim, não parece tanto. Mas, se você parar para pensar que você provavelmente passa algo em torno de oito horas dormindo, lá se foi mais 1/3 do seu dia.

Sob essa ótica, sua vida pessoal também acaba sendo comprimida para 1/3 do seu dia, metade da parte produtiva dele. Mas para Lívia Kuga, que cuida da área de Talent Acquisition da Stone, não faz sentido existir essa separação: “Eu não acredito nessa coisa de 1/3 da minha vida eu vou ser de um jeito e nos outros eu vou ser de outro. Eu acredito muito no ser inteiro, nas duas coisas serem uma só. Então, você tem que dar um jeito de casar as duas…”, explica.

Mas como fazer esse casamento e alinhar seus objetivos pessoais e profissionais? Antes de mais nada, é preciso definí-los! Depois disso, é botar a mão na massa.

“Se você não tiver minimamente um norte, qualquer caminho vai servir. E aí você vai deixar as outras pessoas determinarem a sua vida por você.”

 

Como estruturar e alinhar seus objetivos pessoais e profissionais

É um caminho fácil? Com certeza não, mas temos aqui algumas dicas sobre como chegar neste ponto:

  1. Antes de mais nada, você precisa entender quem você é e ter certeza disso. Um bom começo é buscar seu propósito, seu ikigai;
  2. Reflita sobre quem você quer Não faz mal ter um objetivo hoje e você perceber que ele não é o mesmo que você busca para daqui a cinco anos;
  3. Faça uma lista das pessoas que você admira e liste as razões para você ter essa visão de cada uma delas;
  4. Pense em todas as possibilidades de profissões que você pode seguir. Em seguida, estude-as e converse com pessoas que atuam na área.

De acordo com Lívia, “Numa fase de decisão, o mais importante não é você fechar em opções. É primeiro você descobrir todas as opções existentes que tem para você. Depois que você viu todos os caminhos que existem, aí você entra na profundidade do detalhe. E, depois, você vai riscando e dando justificativas do por que não ter escolhido aquele caminho”.

E você? Já sabe como alinhar seus objetivos pessoais e profissionais?

 

 

 por Carol Abrusio,
Analista de Atração & Seleção da Stone