Quem já leu o livro Alice no País das Maravilhas de Lewis Carroll reconhece a famosa frase dita pelo Gato Cheshire para a personagem: "Se você não sabe para onde ir, qualquer caminho serve". Apesar de ter sido dita em uma história de ficção, essa frase tem o sentido real e pode nos levar a refletir sobre muitos aspectos da nossa vida, principalmente o profissional.

Isso porque a competitividade do mercado nos obriga, como empreendedores, a criar soluções inovadoras para conseguir atrair cada vez mais clientes e garantir o crescimento da marca. Mas para fazer escolhas corretas e traçar um caminho de sucesso é crucial que você saiba para onde quer ir.

A partir do momento que você tem uma consciência clara do que espera para a sua empresa, fica mais fácil estabelecer as metas que te ajudarão a alcançar esse objetivo. Tendo em vista a importância desse assunto, elaboramos este artigo com 7 dicas de metas para você aplicar no seu negócio. Acompanhe a leitura!

Por que é importante definir metas no pequeno negócio?

É fato que todo empreendedor deseja ver o seu empreendimento alcançando o sucesso. Contudo, para que isso seja possível é necessário ter objetivos claros e bem estruturados, pois só assim é possível analisar se a empresa está progredindo da forma esperada.

Por esse motivo, as metas são fundamentais na gestão de qualquer empresa, pois são por meio delas que você consegue tornar real os planos que ainda estão no papel. Portanto, antes de tomar qualquer decisão, é muito importante que você estabeleça as metas e objetivos para o seu negócio.

Após definir o ponto de partida, é necessário que todos os membros da sua equipe estejam cientes da existência das metas e, sobretudo, compreendam a necessidade de alcançá-las. No entanto, vale ressaltar que as metas precisam ser alcançáveis. Isso porque tanto o planejamento estratégico quanto o posicionamento da marca no mercado dependem da realização desses propósitos.

Por esse motivo, no momento de definir as metas, leve em consideração a realidade da sua empresa e a capacitação da sua equipe, pois de nada adianta estabelecer metas que não poderão ser alcançadas. Então, busque dar um passo conforme a sua capacidade.

Como definir metas de modo eficiente?

Como mencionamos, as metas precisam ser definidas de acordo com a realidade da sua empresa e capacidade da sua equipe. Contudo, há outros pontos que devem ser levados em consideração para você obter êxito no cumprimento desses objetivos. Veja só!

1. Entenda os pontos fortes e fracos do negócio

Todo empreendimento tem pontos fortes e fracos. Saber quais são eles é fundamental para definir as suas ações. Nesse caso, você pode colocar metas para aprimorar as fraquezas do seu negócio e potencializar os seus diferenciais.

Essa busca constante pelo aperfeiçoamento é o que faz a sua empresa progredir diariamente. Afinal, para garantir que sua marca se mantenha competitiva no mercado é essencial superar as expectativas de seus clientes. Para isso você deve investir em um atendimento humanizado e, principalmente, encontrar as soluções para as demandas do seu público. Nesse caso, a definição das metas é a forma mais eficiente de conseguir alcançar esses objetivos.

2. Pense no curto, médio e longo prazo

Como empreendedor, você precisa pensar em soluções para curto, médio e longo prazo. Isso porque quando você tem seus objetivos bem organizados fica mais fácil definir um plano de ação mais preciso. Tenha em mente que dependendo do seu objetivo será necessário estabelecer metas secundárias para conseguir alcançar o alvo principal.

No entanto, para ter essa visão estratégica é preciso dispor de organização e planejamento, uma vez que as metas não serão alcançadas da noite para o dia. Lembre-se que a consolidação do seu negócio no segmento em que atua é um processo gradativo, por isso, a necessidade de estabelecer metas de curto, médio e longo prazo.

3. Adotar a metodologia SMART

Você já ouviu falar na metodologia SMART? Ela surgiu para facilitar o estabelecimento de metas. A sigla SMART diz respeito a 5 características que as metas devem ter.

S (específica)

As metas precisam ser específicas. Isso quer dizer que na hora de fazer planos para o futuro, nada de criar metas muito generalizadas. Então, ao invés de pensar em “aumento de vendas”, estabeleça um número e um prazo para alcançar a meta. Por exemplo, aumentar as vendas em 30% ou 3x num período de dois meses.

M (mensurável)

Não adianta ter uma meta se você não tem como medi-la para saber se está se aproximando do resultado esperado.

A (atingível)

É preciso traçar metas realistas para o negócio. Mesmo com o entusiasmo que o crescimento da empresa representa, é preciso colocar o pé no chão para não estabelecer objetivos inalcançáveis para o seu negócio. Afinal, eles podem gerar frustração, impactando negativamente no desenvolvimento da empresa.

R (relevante)

Aqui, você deve pensar se a meta vai trazer resultados positivos para o seu negócio e se, entre as metas possíveis, é a que vai trazer o melhor resultado. Analise bem as possibilidades antes de definir quais serão os objetivos escolhidos.

T (com prazos definidos)

Assim como as metas precisam ser precisas, também é necessário estabelecer um limite de tempo para elas. Então, se você estabeleceu que o objetivo é aumentar as suas vendas em 30%, por exemplo, determine o prazo para que isso seja feito. Estabeleça prazos para cada objetivo. Assim, você sabe exatamente o que priorizar nas suas estratégias.

Na hora de pensar nas metas para a sua empresa, veja se elas se encaixam nas categorias acima e faça os ajustes necessários para tornar os seus objetivos mais eficientes.

4. Medir os resultados

Vimos que as metas precisam ser mensuráveis. Então, é importante decidir como medir seus resultados para compará-los com os objetivos estabelecidos. Fazer essa medição, vai mostrar se você está no caminho certo para atingir seus objetivos.

Além disso, adotando formas eficientes de mensurar seus resultados, você consegue realizar análises periódicas que podem indicar o que deve ser mudado. Pode ser que você tenha que ajustar algumas metas no meio do caminho, com base nos resultados obtidos, seja para aumentar ou diminuir essas metas.

5. Traçar um plano de ação

Agora que você já sabe quais características as metas devem ter e qual a importância de medir seus resultados, é o momento de traçar um plano de ação para alcançar os objetivos. Para fazer esse planejamento, pense na meta e faça um processo de engenharia reversa para entender o passo a passo a ser dado para alcançar seu objetivo.

Ou seja, faça o processo inverso, partindo do resultado que você quer ter até o momento em que a sua empresa está hoje. Durante a construção desse plano, você consegue identificar possíveis problemas no meio do caminho e rever suas metas, se for necessário.

6. Alinhar os funcionários

Mesmo que você tenha metas que se enquadrem na metodologia SMART, faça um plano eficiente de ação, saiba mensurar seus resultados e tenha prazos bem definidos, não adianta se os seus funcionários não estiverem alinhados com os mesmos objetivos. Tenha em mente que dispor de uma equipe engajada é essencial para atingir as metas da empresa.

Logo, é preciso garantir que todos estejam empenhados no mesmo propósito. Pense em recompensas, não apenas financeiras (mas também, se possível), que irão estimulá-las. Quando os profissionais se sentem reconhecidos e entendem o porquê do trabalho que estão fazendo, a produtividade aumenta.

Com uma equipe motivada e um plano de ação definido, fica muito mais fácil atingir suas metas. Além disso, quando o time atinge o objetivo, isso também gera um sentimento de satisfação, que estimula ainda mais um bom trabalho rumo às metas de crescimento da empresa.

7. Analisar o histórico

Sabemos que o futuro costuma ser muito incerto e imprevisível. No entanto, no que diz respeito à gestão de uma empresa é possível prever possíveis cenários baseado na análise do histórico da empresa.

Fazer esse monitoramento permite compreender os resultados obtidos atualmente e ainda serve de base para estabelecer as metas para o futuro. Nesse contexto, vale observar se o seu negócio tem produtos ou serviços sazonais, cujas vendas variam ao longo do ano.

A partir dessa análise, você passa ter em mãos informações sobre a empresa que serão úteis no momento de estabelecer metas mais precisas e realistas. Além disso, você também deve se manter informado a respeito do mercado e das perspectivas para o seu setor. Assim, você tem mais um elemento para pensar sobre suas metas de crescimento para o futuro.

Portanto, essas são as nossas dicas para você estabelecer metas que de fato farão seu empreendimento progredir. Tendo em vista a necessidade de estabelecer objetivos para potencializar os resultados da sua empresa, reforçamos a importância de você aplicar na prática as dicas que foram apresentadas neste artigo.

Gostou do artigo e quer saber de mais dicas para aumentar os seus lucros? Então, confira nossas 11 dicas para alinhar metas de vendas com a realidade dos vendedores.