Novembro é o mês da Black Friday. A sua empresa está preparada?

Este ano, a data cai no dia 26 e é uma ótima oportunidade para expandir suas vendas e alcançar a meta do ano. Mas como aproveitar a data?

Se você não sabe muito bem como começar a se preparar para esse momento, não se preocupe.

No post de hoje, trazemos algumas dicas e uma checklist para você preparar o seu negócio para a Black Friday. Confira!

Pequenos negócios: como aproveitar a Black Friday?

Se você tem um e-commerce, uma loja de rua ou um restaurante, não importa, é possível aproveitar a Black Friday para aumentar as suas vendas.

No caso das lojas online, você deve aproveitar as redes sociais para divulgar os seus produtos, atrair mais clientes e apostar em recomendação.

Além disso, é bom prestar atenção nos fretes e nos prazos de entrega, para evitar situações desagradáveis com os seus clientes.

Já para quem tem um estabelecimento comercial, a dica é aliar o digital às estratégias no espaço físico.

Então, se a sua empresa ainda não está registrada no Google Meu Negócio, esse é o momento.

Para isso, você pode se cadastrar no link oficial do site e saber um pouco mais sobre essa possibilidade.

Para os restaurantes, aposte em promoções divertidas e únicas, combos especiais e também em recomendação.

Uma dica nesse caso é oferecer descontos para quem recomendar dois ou mais amigos que consumirem no local.

A seguir, confira uma checklist para melhorar suas vendas na Black Friday!

Checklist para ter sucesso com a Black Friday

Confira 5 passos para se preparar para a Black Friday com planejamento e eficiência, sem ter que recorrer a estratégias complexas!

  1. Precificar e oferecer descontos

Nesta etapa, é fundamental ter um planejamento. Afinal, a ideia da Black Friday é oferecer descontos para os clientes, mas sem prejudicar o seu negócio financeiramente.

Então, faça as contas. Se você participou da Black Friday no ano passado, pode se basear um pouco nas conversões de vendas para traçar uma perspectiva para este ano.

Olhe para os resultados com outras promoções e tente seguir a mesma linha de precificação das iniciativas que tiveram sucesso, sem repetir os mesmos erros.

Também é importante ter um plano B. Se você ainda não tem uma reserva de emergência, uma dica é começar a construir uma.

Assim, você pode se arriscar um pouco mais na hora de oferecer promoções futuras.

  1. Fazer a gestão de estoque

No mês da Black Friday (e durante todo o ano), é importante garantir que as compras dos clientes cheguem no prazo combinado.

Afinal, isso impacta diretamente na percepção e na satisfação do consumidor com o seu negócio.

Por isso, é fundamental fazer uma boa gestão de estoque.

Essa etapa envolve traçar estimativas de vendas, verificar quando a sua empresa consegue entregar (principalmente, se você depender de terceiros para isso) e não prometer o que não pode cumprir.

É melhor oferecer um prazo um pouco maior, mas que será respeitado do que prometer entregar antes e não conseguir.

Além disso, se você depende de fornecedores externos para compor o seu estoque, é interessante já começar as negociações com eles, para conseguir condições mais vantajosas e garantir um bom estoque para a Black Friday (com produtos a preços realmente atrativos para os seus clientes).

  1. Divulgar as promoções

Agora que você já pensou nos preços dos produtos que vão estar em promoção na Black Friday e já garantiu o seu estoque para a data, é importante divulgar as promoções.

Afinal, você já deve ter ouvido que quem não é visto não é lembrado, certo?

Nesta etapa, é recomendado:

  • escolher os canais de divulgação
  • criar campanhas específicas para cada canal
  • segmentar o público de acordo com cada promoção

Assim, não importa se você tem um negócio físico ou um e-commerce, para divulgar as promoções, utilize as redes sociais.

Com isso, você atinge um público mais amplo e pode tirar dúvidas dos clientes em tempo real.

Para compartilhar suas promoções no Instagram, faça stories e postagens atrativas, mostrando bem os produtos em promoção, as opções de pagamento e de parcelamento e, claro, o preço.

Também peça para que os consumidores compartilhem nas próprias redes sociais quando comprarem algo da sua loja.

Assim, você alcança ainda mais pessoas que podem se interessar pelo que a sua empresa vende.

  1. Preparar o atendimento

O atendimento ao cliente é um dos aspectos mais importantes na Black Friday. Isso porque envolve a equipe da linha de frente, que tem contato direto com os consumidores e vai tirar dúvidas ou encontrar as melhores soluções para os clientes.

Por isso, como você já fez uma estimativa de vendas, é importante verificar se tem braço suficiente para absorver as demandas.

Caso não, comece a pensar em novas contratações, mesmo que temporárias, para preparar o seu negócio para a Black Friday,

Além disso, é fundamental que toda a equipe de atendimento saiba quais são as promoções e as condições em jogo para a data.

Assim, isso evita erros e falhas de comunicação com o cliente.

  1. Aproveitar as oportunidades

A Black Friday é uma ótima oportunidade para:

  • criar parcerias com outras empresas para oferecer descontos
  • fidelizar novos clientes que chegam
  • estreitar os laços com os seus antigos clientes

Então, não perca a chance de utilizar a data para impulsionar a sua empresa e testar estratégias promocionais.

Quanto mais você se planejar para o momento, maiores vão ser as suas chances de sucesso.

Além disso, tente estender as promoções por mais tempo para além da Black Friday.

Assim, você pode aproveitar o mês de novembro todo e o começo de dezembro, já que as pessoas podem usar a data para comprar os presentes de Natal também.

E aí, já começou a preparar o seu negócio para a Black Friday?

Se quiser acompanhar mais conteúdos sobre crescer suas vendas na Black Friday, separamos mais esse post pra te ajudar:

8 estratégias para ter resultados com uma boa promoção

Obrigada pelo papo e conte com a gente!