Tem dúvidas sobre como fazer uma boa gestão de estoque? A gente sabe como essa é uma etapa importante para todo negócio, mas muitos lojistas ficam sem saber quais as melhores ações nesse caso, prejudicando seu controle interno e também o prazo de entrega para os clientes.

Fazer a gestão de estoque envolve controlar as entradas e saídas de produtos e organizar o lugar de armazenamento das mercadorias. Por meio dela, o dono do negócio evita fazer compras desnecessárias, deixar itens parados e sofrer com prejuízos.

Ao aumentar o controle sobre o estoque, é possível fazer previsões de vendas, projetar seus pedidos com antecedência, melhorar a precificação dos produtos, saber quais produtos preferidos dos consumidores e os que menos saem. Se você quer aprender sobre quais as melhores práticas para gerir seu estoque de maneira inteligente, continue a leitura e confira algumas dicas incríveis!

Quais são os benefícios de uma boa gestão de estoque?

Fazer uma boa gestão de estoque proporciona diversos benefícios para o seu negócio. Assim, você consegue maximizar a lucratividade e alcançar a sustentabilidade financeira. Confira a seguir as vantagens que podem ser obtidas.

Redução de custos

Ao otimizar a gestão de estoque você tem todas as condições possíveis para reduzir os custos da sua organização. Isso porque ela auxilia na identificação de gargalos nessa etapa tão importante de um negócio.

Além disso, os desperdícios são reduzidos e o planejamento logístico pode ajudar a melhorar as entregas e recebimentos de mercadorias, fazendo com que as despesas nessa fase sejam muito menores.

Alinha as áreas da empresa

Ter integração entre as áreas de um negócio também é importante. E por meio de uma boa gestão da logística isso se torna mais eficiente. Por exemplo, os setores produtivos têm a capacidade de mensurar o quanto de produto está sendo produzido e a área de vendas sabe a saída desses itens.

Assim, ao alinhar todas as áreas da empresa por meio dessa gestão, você coleta informações relevantes para otimizar os estoques, garantir as entregas e obter vantagens para a empresa, que ganha eficiência, e também aos clientes, que recebem suas compras no momento certo.

Aumento da eficiência

Ter uma boa gestão de estoque da sua organização é fundamental para aumentar a eficiência da empresa. Por meio dela, sabe-se quando e quanto é necessário de insumos e produtos para manter tudo em seu perfeito funcionamento.

Além disso, otimiza a utilização dos recursos do negócio, o que garante mais equilíbrio financeiro e possibilidades de aumentar os lucros obtidos. Portanto, vale investir em boas soluções e adotar medidas que auxiliem na melhor gestão.

Como fazer a gestão de estoque?

Agora que você já sabe a importância desse tipo de prática, é hora de colocar a mão na massa e implementar algumas melhorias no cotidiano do seu negócio. Veja, a seguir, quais os principais passos para isso.

1. Faça e atualize inventários dos produtos

Para organizar o seu estoque, é muito importante fazer um inventário com seus produtos e mantê-lo atualizado. Uma lista com todos os produtos e a quantidade de cada um deles em uma planilha já traz muitas informações relevantes.

Para facilitar o registro das mercadorias, determine um código para cada item e separe os produtos em categorias. Essa prática facilita muito na hora de encontrar as mercadorias. Anote também tudo que entra e o que sai do seu estoque, assim como as datas de entradas e saídas para organizar o fluxo atualizado.

Outro ponto fundamental é determinar uma frequência para rever e atualizar o seu inventário. Essa prática ajuda você a ter mais clareza sobre o que tem no seu estoque, permitindo fazer previsões sobre o que vai faltar e quando repor os produtos, por exemplo.

Como estamos falando de um processo importante para o seu negócio, vale deixar um colaborador responsável só pelo controle de estoque. Assim, você evita erros que podem prejudicar toda a cadeia de produção.

2. Movimente os itens parados

Mercadorias paradas, além de ocuparem lugar no seu estoque, ainda podem causar prejuízos. Imagine que você tem um restaurante e comprou três sacos de pão australiano que estão parados e podem acabar estragando.

Por isso, pense em ações para movimentar os produtos sem giro. Uma ideia é fazer promoções ou oferecer amostras grátis desses produtos para que os clientes se interessem em comprá-los.

No caso do restaurante, por exemplo, por que não pensar em uma receita diferente que leva esses pães? A novidade pode atrair os consumidores e ainda movimentar o seu estoque!

3. Escolha bons fornecedores

Você faz sua parte, mas seus fornecedores sempre atrasam? Por mais que você organize direitinho o seu estoque, se os seus parceiros não cumprem o combinado, podem prejudicar todo fluxo de gestão que você construiu. Afinal, você se organiza com base nos prazos estabelecidos.

Por isso, conte com profissionais de confiança. Assim, você sabe que pode contar com eles e não corre o risco de ficar na mão. Bons fornecedores podem, inclusive, lhe ajudar nos momentos em que a demanda aumenta inesperadamente e você precisa repor o estoque com rapidez.

Construir um bom relacionamento com fornecedores é fundamental para uma boa gestão de estoque. Pensando nisso, escrevemos um artigo para ajudar você a escolher e negociar com os melhores fornecedores. Vem ler aqui!

4. Faça cálculos e previsões

Lembra que falamos para você registrar todas as entradas e saídas do seu estoque? Então, com essa prática, você consegue fazer estimativas sobre a quantidade que precisa comprar de cada produto e quando vai ser necessário repor o estoque.

Por que isso é importante? Porque você planeja melhor as suas compras. Assim, evita ficar sem os itens essenciais para o seu negócio, além de não comprar itens desnecessários que só vão ocupar espaço no seu estoque.

Agora, mesmo com todo esse controle, a gente sabe que podem ocorrer algumas perdas. Afinal, imprevistos acontecem! Mas não se preocupe, para aliviar essa situação, calcule uma margem de perdas e danos. É claro que o ideal é não perder, mas com esse limite definido, você aumenta o controle do estoque e toma as medidas para se manter dentro da margem.

5. Defina os processos

A gestão de estoque funciona como qualquer operação dentro de uma empresa. Por isso, é preciso definir os processos que vão guiar essa operação. Além de evitar falhas, essa definição otimiza o tempo da equipe.

Por isso, estabeleça as diretrizes para o controle do estoque. O que deve ser feito assim que um produto for vendido? A baixa é feita imediatamente ou no final do dia? Monte um fluxograma com cada etapa que deve ser seguida na intenção de fazer a gestão de estoque.

Por fim, a fim de melhorar o controle, estabeleça uma periodicidade no intuito de emitir relatórios sobre as operações.

6. Organize o estoque

Pode parecer óbvio, mas organizar o espaço em que ficam os seus produtos é fundamental para aumentar o controle sobre o estoque. Mantenha a limpeza do lugar e certifique-se de que os itens estão sendo armazenados corretamente.

Isso envolve controle de temperatura e umidade, por exemplo. Se você trabalha com congelados, separe os produtos em categorias dentro do freezer e garanta a refrigeração constante dos itens.

Outra dica nesse caso é manter o fluxo de pessoas organizado. Estabeleça os horários para movimentação dos produtos e defina as datas de revisão das entradas e saídas das mercadorias.

7. Adote um software de gestão

A tecnologia vem para substituir as ações manuais e agilizar os processos, economizando o tempo da sua equipe na organização dos fluxos de estoque. Hoje, existem várias opções de sistemas de gestão de estoque a fim de automatizar as atividades.

Como esse tipo de ferramenta pode ser integrada com a área de compras e vendas, as entradas e saídas são registradas automaticamente e você tem uma atualização em tempo real do seu estoque.

Com o software, é possível registrar o inventário de produtos e criar um planejamento financeiro para o seu negócio, otimizando o gerenciamento do negócio.

8. Projete sua demanda

Para empresas que trabalham com produtos perecíveis é fundamental contar com uma ótima projeção de demanda. Assim, você evita desperdícios e prejuízos que podem comprometer a saúde financeira do seu negócio.

Um restaurante, por exemplo, que tem um desperdício grande dificilmente conseguirá produzir um lucro significativo. Por isso, avalie qual a média de pratos demandados e se prepare para um volume de clientes semelhante ao que foi estimado.

9. Treine a sua equipe

Qualificar os colaboradores é muito importante para que não haja erros no gerenciamento do estoque e nem em outras áreas do negócio. Por isso, é importante que seu time receba orientações de especialistas para que consigam utilizar todos os recursos disponíveis para o exercício do seu trabalho.

Erros como a falta de produtos ou excesso de mercadorias podem ser evitados quando os responsáveis pelo estoque estão atentos às necessidades da empresa e mantêm uma comunicação clara com os fornecedores.

10. Aposte na padronização

Ter um padrão para dar entrada e fazer a saída de cada item no sistema é importante ao objetivo de otimizar o controle. Assim, você evita confusões e tem bem claro quais são as necessidades para atender todas as demandas da empresa.

Além disso, a padronização é útil na intenção de manter tudo organizado. Já imaginou precisar pesquisar um item no seu software sem ter nem ideia de como ele está cadastrado? Pode ser muito difícil, não é mesmo!? Portanto, vale investir nessa dica!

Como essas dicas podem ajudar?

A partir das nossas dicas a sua gestão de estoque tende a ficar otimizada. Assim, seus clientes recebem os produtos no momento adequado, a empresa tem maximização dos lucros e os processos funcionam de maneira perfeita.

Portanto, não deixe de aplicar as dicas de gestão de estoque que apresentamos ao longo deste texto. Desenhe um fluxograma dos processos com o objetivo de gerenciar o seu estoque e faça inventários com as entradas e saídas dos seus produtos. Também não se esqueça de deixar o ambiente de armazenamento dos produtos sempre limpo e apostar em um sistema especializado a fim de ajudar no controle com a automatização dos processos.

Quer ter acesso a conteúdos incríveis como esse? Então siga nosso Instagram e fique de olho nas novas postagens do blog por lá!