Com as constantes inovações no mundo dos negócios, tanto tecnológicas quanto conceituais, já não basta para o empreendedor as habilidades técnicas para lidar com os desafios. Novos tempos demandam novas competências. E, cada vez mais, se torna indispensável focar também nas características comportamentais, conhecidas como soft skills, para otimizar os resultados do negócio e ser um empreendedor de sucesso.

Mas, afinal, o que são soft skills e qual a sua importância para o desenvolvimento do empreendedor no mercado? Pensando nessa e em outras dúvidas que cercam o tema, elaboramos este post para falar mais sobre quais são essas novas habilidades que os gestores devem ter. Não deixe de conferir!

O que são soft skills?

As soft skills correspondem a um conjunto de habilidades emocionais e aptidões comportamentais que influenciam diretamente a performance do profissional que as possui para além de sua capacidade técnica.

Em outras palavras, tratam-se de competências não técnicas sujeitas a uma avaliação mais subjetiva, uma vez que estão diretamente relacionadas ao comportamento humano. Como veremos melhor a seguir, as soft skills trazem bom desempenho aos profissionais, independentemente do seu segmento de atuação.

Os empreendedores com um bom nível de soft skills, por exemplo, conseguem inspirar os profissionais à sua volta e resolver problemas da melhor maneira. A título de exemplo de soft skills, cabe mencionar a capacidade de negociação, o trabalho em equipe, o autoconhecimento e a inteligência emocional.

Qual a importância desse conceito?

Quem trabalha com recrutamento ou gerencia equipes sabe que as habilidades comportamentais são fundamentais para obter resultados satisfatórios. Afinal, por mais que a capacidade técnica do colaborador seja importante, ela pode ser prejudicada em função de aspectos da personalidade humana.

Por exemplo, por maior que seja o conhecimento teórico de um advogado, se lhe faltar capacidade de comunicação, pensamento crítico ou ética no trabalho todo o seu desempenho será prejudicado.

Da mesma forma, um empreendedor sem capacidade de liderança ou proatividade pode afetar a produtividade do negócio, além de aumentar a rotatividade de talentos. Como se pode perceber, um equilíbrio entre soft skills e hard skills é o que o mercado tem buscado em profissionais de todas as áreas.

Qual a diferença entre soft skills e hard skills?

Como visto, as hard skills também são bastante conhecidas no mercado. Elas correspondem às habilidades mais técnicas do profissional, ou seja, àquelas não comportamentais.

Pode ser considerado hard skill tudo aquilo que você pode aprender por meio da educação formal, diferentemente das soft skills, que são aperfeiçoadas por meio da vivência pessoal.

Como exemplo de hard skills, é possível mencionar o conhecimento em alguma linguagem de programação ou a experiência em projetos de determinada área, como Marketing e Vendas. Vale destacar que tanto as soft skills quanto as hard skills são importantes para os profissionais de hoje e do futuro.

O ideal, portanto, é compor seu perfil com ambos os tipos de características e estimulá-las entre os seus funcionários. Mas quais são as principais soft skills que os donos de negócio precisam ter para alcançar excelentes resultados? É o que veremos a seguir.

Quais as principais soft skills que um empreendedor deve ter?

Há diversas soft skills relevantes para construir um negócio. Embora sejam mais difíceis de mensurar do que as hard skills, elas podem ser trabalhadas para desenvolver o seu perfil de liderança e comunicação.

Pensando nisso, fizemos uma lista com algumas das mais importantes habilidades para otimizar sua performance no negócio, crescer com consistência e ser uma pessoa inspiradora. Confira!

Autoconhecimento

O autoconhecimento é uma habilidade que te ajuda a identificar seus pontos fracos e fortes. A partir disso, é possível propor mudanças para si mesmo e explorar aquilo que você tem de melhor.

Além disso, conhecendo profundamente as suas formas de pensar e agir, fica mais fácil prever como você vai se comportar em determinada situação ou frente a um novo desafio. Assim, é possível manter o equilíbrio mesmo diante das dificuldades. Não é por acaso que essa é considerada uma das habilidades mais importantes.

Liderança

A capacidade de liderar é outro soft skill fundamental para quem tem um negócio. Nesse sentido, iniciativa e propósito são duas características que devem ser trabalhadas constantemente. Afinal, um líder deve ser uma figura inspiradora para os profissionais à sua volta e deve ter inteligência para tomar as melhores decisões.

O dono de negócio precisa ter pulso firme para guiar a empresa, mas a liderança não envolve uma atitude autoritária. Pelo contrário, o líder deve saber estimular o trabalho em equipe e a cooperação entre os funcionários, pensando junto com eles.

Sendo assim, não se preocupe apenas com o aumento das vendas mensais, por exemplo, mas olhe com mais generosidade para as pessoas que fizeram parte dessa conquista. Faz parte do perfil do líder estimular os funcionários a também desenvolverem suas soft skills para otimizar a performance de todos.

Comunicação

Para quem tem um negócio, a comunicação é fundamental. Basta pensar com quantas pessoas você se relaciona no dia a dia da sua empresa. Nesse sentido, ter clareza na exposição de ideias e defender o seu ponto de vista com argumentos baseados em fatos ajuda muito para que as equipes defendam um mesmo propósito.

Saber falar é importante, mas saber ouvir também faz parte da habilidade de comunicação e é, inclusive, uma boa forma de expandir as suas ideias a partir de outras opiniões. Um líder que se mostra aberto a ouvir os seus parceiros, clientes e funcionários consegue desenvolver uma relação de transparência com eles.

Dessa forma, é possível entender melhor os profissionais que trabalham com você, reconhecendo os pontos fracos e fortes de cada um. Isso abre caminho para estimular as competências do seu time, assim como para implementar melhorias no negócio a partir da visão dos seus clientes.

Disciplina

Dizer "não" costuma ser um problema para você? Por incrível que pareça, ter disciplina envolve saber recusar algumas propostas. E, na rotina de quem tem um negócio, essa é uma soft skill que evita a aceitação de situações pouco vantajosas para você só pela sua dificuldade de falar "não".

Além disso, construir e desenvolver um negócio exige consistência. Os resultados podem demorar a aparecer e, por isso, a disciplina contribui para dar os passos necessários ao crescimento da empresa sem perder o foco.

Negociação

A rotina de um empreendedor é cheia de situações que envolvem a necessidade de negociar. Na relação com os fornecedores, com os clientes fidelizados e com os funcionários, a negociação é uma soft skill indispensável.

A habilidade pode impulsionar muito os resultados do empreendimento. Afinal, negociar envolve encontrar um bom cenário para todas as partes envolvidas. Uma negociação que traz benefícios para ambos os lados fortalece os laços e abre caminhos para desenvolver a parceria estabelecida. Assim, um líder que tem a aptidão de negociar não é aquele que busca vantagens apenas para o próprio negócio, mas que entende que, às vezes, é necessário ceder um pouco para chegar ao melhor cenário para todos os envolvidos.

Resiliência

Resiliência pode ser definida como a capacidade de enfrentar dificuldades e desafios, entendendo que falhas são inevitáveis e tirando o aprendizado de cada momento. O gestor precisa compreender que o caminho para o sucesso tem seus percalços e que nem sempre o negócio estará em um bom momento.

É justamente diante desses cenários, entretanto, que se faz necessário encarar as adversidades e manter-se com uma postura positiva, aproveitando a experiência para uma melhor resposta no futuro.

Flexibilidade

A flexibilidade está, de certo modo, relacionada à resiliência. Trata-se da habilidade de se adaptar às mudanças necessárias com facilidade e permanecer aberto às diferentes ideias. Essa é uma das competências indispensáveis para quem percebe a necessidade de inovação no negócio, por exemplo.

É importante ressaltar que ser flexível não significa aceitar passivamente qualquer proposta, mas entender que novos contextos podem demandas novas soluções e dinâmicas no empreendimento.

Como desenvolver as soft skills no negócio?

Confira agora algumas dicas para desenvolver as soft skills mencionadas acima, entre tantas outras!

Gerencie o seu tempo

O gerenciamento do tempo, por si só, pode ser considerado uma soft skill. Essa habilidade é fundamental, especialmente para os líderes, uma vez que permite organizar a rotina do negócio em torno dos projetos e aumentar a produtividade em todos os níveis.

Isso faz não só com que as metas prioritárias saiam do papel, mas também cria uma cultura ágil que alcança todos os colaboradores e permite que eles concluam as tarefas dentro de um prazo razoável. Nesse sentido, o comportamento de todos os envolvidos será lentamente adaptado em torno de um propósito comum.

Invista em treinamentos

Em segundo lugar, não deixe de investir em treinamentos para o seu time. Essa será uma grande oportunidade para apresentar à sua equipe de trabalho a importância de desenvolver as soft skills e fortalecer a cultura organizacional em torno de competências relevantes.

Não se esqueça, no entanto, de que o desenvolvimento dessas habilidades leva tempo e depende, também, do apoio da empresa e da disponibilidade de ferramentas necessárias.

Crie uma cultura de feedback

Como última dica, vale destacar a importância de criar uma verdadeira cultura de feedback no negócio. Isso permitirá orientar os colaboradores em sua jornada de maneira mais individualizada. Afinal, o líder poderá identificar dificuldades e progressos diferentes entre os integrantes do time.

O feedback é a oportunidade que o gestor tem para apontar habilidades que precisam ser desenvolvidas e, da mesma forma, reconhecer e valorizar avanços já realizados pelo profissional.

Do mesmo modo, o feedback e as pesquisas de satisfação do cliente também podem servir como parâmetro para identificar ações que podem ser aperfeiçoadas, por exemplo, no atendimento ao público.

Sem dúvidas, desenvolver as soft skills é indispensável para qualquer empreendedor ou profissional que deseja se manter no mercado. Tratam-se de habilidades não técnicas e sujeitas a uma avaliação subjetiva que, no entanto, refletem diretamente no trabalho realizado e no bom desempenho do profissional.

A depender do segmento de atuação ou cargo, por outro lado, é possível que as soft skills mais relevantes variem. Como visto, no caso dos donos de negócio, aspectos como liderança e negociação são fundamentais para o sucesso do empreendimento. Para os colaboradores, isso se aplica ao trabalho em equipe.

Nesse sentido, o papel do gestor é manter-se atento ao desenvolvimento das soft skills visando o crescimento do negócio. Isso pode ser feito pelo aperfeiçoamento das próprias competências e habilidades, pela promoção de treinamentos, criação de uma cultura sólida e motivação da equipe pelo mesmo caminho.

E então? Gostou do conteúdo? Agora que você já sabe da importância das soft skills para o seu negócio, não deixe de assinar a newsletter e ficar por dentro de mais artigos como este!